[ editar artigo]

Como calcular os gastos para lançar sua startup?

Como calcular os gastos para lançar sua startup?
“Dinheiro é apenas uma ferramenta. Ele irá levá-lo onde quiser, mais não vai substituí-lo como motorista.” 
Ayn Rand

Os gastos mais comuns, ao se lançar uma startup são associados à tecnologia, marketing, vendas e pessoas de suporte aos negócios, porém, quanto dinheiro é necessário para lançar uma startup, garantindo bons retornos em contatos, visitas ao site, curtidas nas redes sociais e a máxima visibilidade para o seu produto ou serviço?

Por ser um negócio embrionário, uma startup necessita de um grande impulso para lançar-se no mercado e tornar-se “cobiçada” aos olhos dos investidores. Essa é, sem dúvidas, uma das perguntas que perturbam os fundadores de startups, a considerar que, em fase embrionária, não há uma geração significativa de receita e, portanto, o capital para divulgação é limitado.

Estimando gastos

De acordo com um conselho de Tim Berry − renomado especialista em planejamento de negócios e colunista da Entrepreneur −, é importante seguir três passos para estimar com precisão os custos de lançamento de uma startup, a citar:

Lista de gastos fixos: por ordem de prioridade, salários, serviços jurídicos, contábeis e o custo de desenvolvimento do produto mínimo viável, custo mensal de divulgação em redes sociais, buscadores, produção de conteúdo, eventual assessoria de imprensa, entre outros.

Lista de gastos eventuais: produtos digitais exigem atualizações ou manutenções periódicas, conforme evoluem no sentido de entregar mais valor para seus usuários, as interfaces e demais funcionalidades, precisam endereçar as mudanças no comportamento do usuário. Portanto, é essencial incluir os gastos extras com testes, adequações e implementações de novas ferramentas, estratégias e tecnologias, a cada seis meses ou um ano.

Levantando orçamentos

Quando se trata do lançamento de uma startup, é necessário considerar que um mesmo serviço pode ter valores diferentes em empresas distintas. É comum, por exemplo, que alguns fornecedores pratiquem valores tabelados e inflexíveis, enquanto outros oferecem pacotes especiais para empresas embrionárias com investimentos restritos.

É fundamental realizar uma ampla pesquisa orçamentária tanto para os gastos fixos como também para os eventuais, averiguando quais são os pacotes de serviços personalizados para startups e que se adequam a verba disponível para lançar sua ideia no mercado.

Por fim, só feche negócio ao ter certeza de que o pacote possui o melhor custo-benefício entre os fornecedores pesquisados e esteja atento às eventuais garantias de resultados que devem ser firmadas em contrato. Boa sorte ai!

Artigo publicado originalmente no Linkedin.

TAGS

startup

COMUNIDADE CEO DO FUTURO
Robson Del Fiol
Robson Del Fiol Seguir

Digital Marketing, Innovation, Startups Ecosystem, Advisory Board.

Ler conteúdo completo
Indicados para você