[ editar artigo]

Quer ajudar sua empresa à vencer num mundo VICA?

Quer ajudar sua empresa à vencer num mundo VICA?
Em um mundo cada vez mais volátil, incerto, complexo e ambíguo, ou seja, VICA, como sua empresa poderá ser bem-sucedida se aproveitando da forma como as startups trabalham em termos de inovação e rupturas desejadas e indesejadas?

Gestores de empresas de todos os tamanhos e tipos, com certeza devem concordar com o fato: As startups chegaram para ficar e estão mudando muito o estado das coisas. Muito provavelmente não vamos retroceder e voltar a ser como era no antes de sua chegada. Dito isso, você deve se perguntar se sua indústria é a bola da vez, ou seja, que será ameaçada pela chegada das startups.

Acredito que tenho boas e más notícias (um pouco ambíguo, eu sei). A boa notícia é que sua empresa pode aprender e buscar a inovação estratégica como um caminho para o futuro em direção à uma diferenciação das empresas que estão "em compasso de espera". A má notícia do outro lado, é se você ficar parado esperando para ver se as coisas vão melhorar por conta própria, estará dando uma sentença de morte certa para sua vaca leiteira.

O que fazer então para capturar essas oportunidades e buscar neutralizar as constantes ameaças? Compartilho quatro ações bem fáceis de executar que pode ajudar sua empresa.

Escute os sinais fracos do mercado. Saia da sua sala com ar condicionado e vá visitar clientes, concorrentes, vá para feiras e eventos, assista alguns vídeos no YouTube, leia todos os dias. Veja se existem concorrentes maiores/menores que você fazendo anúncios de novidades, novos produtos, investimentos e principalmente guarde todas as informações coletadas em um lugar (banco de dados) de fácil acesso!

Colete dados disponíveis na internet por meio de uma estratégia de big data e crie seu próprio banco de dados para fazer cruzamentos com suas bases internas e buscar padrões e tendências. Será que seus clientes continuam comprando da mesma forma? Analisar os dados de comportamento de consumo e lealdade de seus clientes por meio de uma organização e cruzamento consistente de feedback de seus clientes, receitas e rentabilidades e vai ajudar a entender, por exemplo, qual o perfil do cliente que abandona sua empresa e porque ele o faz.

Crie um programa de aproximação com startups de forma que sua empresa seja capaz de contratar seus produtos e serviços, e abrir espaço para que exista uma conversa entre os fundadores e seus executivos para ajudar a entender como eles pensam o mundo. Com isso você verá que existe uma diferença considerável em termos de visão de mundo entre seu time e o time das startups. Assim, você poderá se atualizar mais rapidamente e sua empresa encontrará melhorias rápidas em vários de seus processos de negócios por meio desta aproximação.

Monte um mapa estratégico para adoção de inovações estratégicas e incrementais e também disruptivas para ajudar a alavancar sua empresa de forma que a perpetuidade e competitividade sejam asseguradas à medida que sua empresa inova e se destaca frente aos demais.

Por fim, busque trazer um fundador de startup com uma espécie de mentor para seu negócio, mesmo que ele não conheça bem o seu negócio, isso não é um problema. Pois em geral, os fundadores de startups são pessoas que acompanham muito de perto tendências tecnológicas e estão sempre buscando formas de tornar suas ideias em projetos viáveis e sua empresa pode se aproveitar destas ideias e projetos se for estratégico.

Se sua empresa estiver em busca de inovar e colaborar com startups, saiba que vocês estão no caminho certo na minha opinião.

Por Robson Del Fiol publicado originalmente no Linkedin.

TAGS

VICA

COMUNIDADE CEO DO FUTURO
Robson Del Fiol
Robson Del Fiol Seguir

Digital Marketing, Innovation, Startups Ecosystem, Advisory Board.

Ler conteúdo completo
Indicados para você