[ editar artigo]

Tendência para o Novo Normal - A economia do compartilhamento e da colaboração

Tendência para o Novo Normal - A economia do compartilhamento e da colaboração

O pandemia que vivemos no mundo esta acelerando cada vez mais o novo modelo de economia, a tendência é a valorização do acesso ao invés da propriedade. Nossa nova economia almeja o uso mais e mais eficaz dos ativos e recursos já existentes e a eliminação dos intermediário. 

A economia compartilhada é  fundada na transformação de ativos físicos em serviços. É um modelo de negócio viabilizado pela valorização da internet e também pelos meios de pagamento eletrônico, online. Exemplo deste novo negócio é: carro (uber), casa (AirBnB), ferramentas domésticas (Tem Açucar?).

Essa forma de economia colaborativa desafiou profundamente a tradicional indústria, assim como o Uber vem desafiando o tradicional mercado taxista. Isso porque essas novas empresas priorizam ainda mais a experiência do cliente, fazendo com que o custo-benefício se torne melhor.

Algumas vantagem da economia compartilhada:

 

Promove a sustentabilidade

A economia colaborativa garante que produtos sejam reciclados e reutilizados até os seus ciclos de vida completos, o que reduz desperdícios e danos ao meio ambiente.

92%  do tempo, os carros particulares estão estacionados, ociosos.

Existem um bilhão de carros nas ruas e estradas, e 740 milhões são ocupados por apenas 1 pessoa.

SEBRAE

Acesso a novas oportunidades de trabalho e geração de renda

Ao alugar seu apartamento para hospedar turistas, utilizar seu próprio veículo para transportar passageiros, encontrar uma forma de gerar renda utilizando a internet como instrumento de trabalho e tantos outros exemplos, além de fortalecer a economia, também ajuda na redução das despesas das pessoas, aumentando a qualidade de vida;

A economia colaborativa cria um sentimento de comunidade

As trocas de produtos e serviços, mesmo que feitas utilizando a internet, ajudam a construir o senso de confiança em uma comunidade, ajudando os integrantes a se verem como iguais.

A moeda da nova economia é a confiança.

 - Rachel Botsman

Estilo de vida mais simples, mas sem perder o conforto

Um exemplo claro de como a economia colaborativa vem mudando a sociedade atual são os atuais apartamentos compactos. Eles vêm acabando, definitivamente, com aquela ideia de tempos atrás, em que quanto mais se tinha, maior era o símbolo de status e riqueza. Hoje, você pode viver muito bem e confortavelmente em espaços reduzidos, acumulando menos itens, menos preocupações sobre eles e mais experiências de vida;

Fácil acesso a capital

Pequenos negócios podem conseguir acesso a capital para investimento por meio de financiamento coletivo. Isso sem falar nas campanhas de solidariedade para arrecadar dinheiro a pessoas necessitadas.

 

A economia colaborativa é uma tendência que, felizmente, veio para ficar. E você? Já utiliza esse movimento em sua rotina? O que acha dele?

 

Artigo baseado no texto As vantagens da economia colaborativa da Revista Imob

 

COMUNIDADE CEO DO FUTURO
Ler conteúdo completo
Indicados para você