[ editar artigo]

Reskilling, Aprendendo a Aprender

Reskilling, Aprendendo a Aprender

Atire a primeira pedra quem nunca jogou do Google: “como aprender...”. Brincadeira, podem guardar as pedras, mas é fato que a aprendizagem é algo natural e inato a todos os indivíduos – aprendemos a andar, a falar e a viver em sociedade sem precisar ter aulas para isso.

Por outro lado há "outros" tipos de conhecimento, como as regras gramaticais de um determinado idioma, conceitos matemáticos ou saber como dançar uma valsa, não ficam automaticamente retidos em nossa memória e precisam ser aprendidos por meio de um processo crescente e estruturado.

Saber aprender a aprender tornou-se importantíssimo, uma vez que novos conhecimentos surgem da noite para o dia e convivemos constantemente com o imprevisível. Aqueles que conseguem atualizar suas habilidades com mais facilidade claramente destacam-se dos demais.

Leia também: Tendência para o Novo Normal - Você sabe o que é o Microlearning?

O reskilling – a capacidade de aprender, desaprender e reaprender, ou seja, de adquirir constantemente novas habilidades - cada vez mais será uma característica fundamental para os profissionais que querem estar preparados para as evoluções do mercado.

 

Mas afinal, o que é aprendizagem?

Aprender é um processo contínuo cuja potencialização depende diretamente de nossa memória de longo prazo:

Dessa forma, pode-se dizer que a aprendizagem facilita com que aquilo que é importante e relevante permaneça disponível para uso futuro.

Em outras palavras, sua mente grava aquilo que julga ser útil e "deleta" o que acha que você não vai usar. 

Um fator muito relevante - e interessante é a que a manutenção de memórias não vinculadas a emoções – por exemplo, saber cozinhar um prato ou programar um software – depende também do número de vezes que ela foi “resgatada” para ser utilizada e do grau de profundidade com que tal informação foi processada no cérebro durante a experiência de aprendizagem.

Todo mundo aprende do mesmo jeito? Quais são os tipos de aprendizes? 

Ainda usando os exemplos anteriores, aprender a cozinhar é diferente de aprender a programar. E a forma como as pessoas aprendem também é distinta. Podemos dividir os tipos de aprendiz em 4 grupos:

ADAPTADORES

Adeptos em aprender fazendo, possivelmente, dispensam a leitura do manual ao comprar um novo aparelho.

Preferem aprender num ambiente de troca constante e sabem se adaptar facilmente às diferentes circunstâncias.

As características dos adaptadores são:

  • Assumem riscos;
  • Abertos;
  • Multitarefas;
  • Ativos;
  • Inquietos

DIVERGENTES

Apresentam facilidade em analisar problemas e em trabalhar com pessoas na busca por uma solução. Normalmente são pessoas emotivas, espirituosas e empáticas.

Podem propor um “turbilhão” de propostas diferentes para uma questão, em parte devido à sua criatividade aflorada.

As características dos divergentes são:

  • Criativos;
  • Críticos;
  • Sociáveis;
  • Empáticos;
  • Colaborativos

CONVERGENTES

Precisam da aplicação prática das ideias para testar teorias ou resolver problemas. Avessos a um grande leque de alternativas, são muito bons em situações em que há apenas um caminho possível para a resolução.

As características dos convergentes são:

  • Lógicos;
  • Decisores;
  • Solucionadores;
  • Estrategistas;
  • Pragmáticos

ASSIMILADORES

Se sobressaem na criação de modelos teóricos e conseguem definir claramente os problemas. Interessam-se mais por ideias abstratas do que por pessoas, envolvendo-se, dessa forma, com pesquisas ou planejamentos estratégicos.

As características dos assimiladores são:

  • Reflexivos;
  • Conceituais;
  • Criadores de modelos;
  • Planejadores;
  • Objetivos

 

Em resumo o reskilling – a capacidade de aprender, desaprender e reaprender, ou seja, de adquirir constantemente novas habilidades - cada vez mais será uma característica fundamental para os profissionais que querem estar preparados para as evoluções do mercado. 

Conhecer seu estilo de aprendizagem é importante para saber quais sãos seus pontos fortes e suas oportunidades de melhoria! Agora conta aqui na #ComunidadeCeo que tipo de aprendiz você é? Que tipo de ambiente suas características são potencializadas? Que cuidados você deve tomar para não deixar "nada passar"?

No próximo post trago algumas técnicas para uma melhor aprendizagem :) já já volto!

Artigo com base no treinamento Reskilling: Aprendendo a Aprender da SapienCia.

 

COMUNIDADE CEO DO FUTURO
Ler conteúdo completo
Indicados para você